DEUS, FILOSOFIA, UNIVERSIDADE

Uma história seletiva da Tradição Filosófica Católica
De R$ 297,00 por apenas
12 x R$ 9,68*
ou R$ 97,00 à vista
Formas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de Pagamento

ATENÇÃO: A GRAVAÇÃO DAS AULAS 
ESTÁ EM ANDAMENTO* 

COMPRE COM SEGURANÇA E COMODIDADE

Dados de acesso enviados para o seu e-mail logo após a confirmação do pagamento.
Pagamento pela Hotmart, ambiente 100% seguro.
Entre em contato quando quiser: [email protected]

POR QUE ESTUDAR COM A GENTE

 VIDEOAULAS

O curso é todo em videoaulas dinâmicas e com uma excelente didática.

+30H DE CONTEÚDO

Carga horária aprofundada para você sentir-se seguro no domínio do assunto.

CERTIFICADO

O certificado é emitido logo após a finalização do curso.

MONITORIA ILIMITADA

Envie quantas dúvidas você quiser que nossa monitoria vai responder tudo em até 24h.

ACESSO VITALÍCIO

O curso estará sempre disponível para você. É como se você estivesse comprado um livro.

GARANTIA

Você tem 07 dias para pedir o seu dinheiro de volta caso não gostar do curso.

CONTEÚDO DO CURSO

DEUS, FILOSOFIA, UNIVERSIDADE

1 - Deus 
2 - Filosofia 
3 - Deus e a filosofia 
4 -  Deus, filosofia, universidades 

PRÓLOGOS DA TRADIÇÃO FILOSÓFICA CATÓLICA

1 - Santo Agostinho 
2 - Severino Boécio
3 - Pseudo-Dionísio 
4 - Santo Anselmo 
3 - O prólogo islâmico e judaico para Filosofia Católica 
4 - A Gênese da Tradição Filosófica Católica 

TOMÁS DE AQUINO E DEPOIS

1 - Tomás de Aquino: Filosofia e Nosso Conhecimento de Deus 
2 - Tomás de Aquino: Filosofia e a Vida Prática 
3 - Tomás de Aquino: Deus, filosofia, universidades 
4 - Depois de Tomás de Aquino 
4.1 João Escoto Erígena
4.2 Guilherme de Ockham 

O LIMIAR DA FILOSOFIA MODERNA

1 - Da Escolástica ao Ceticismo 
2 - René  Descartes
3 - Blaise Pascal 
4 - Antoine Arnauld 

MODERNIDADE

1 - A Ausência Católica e Retorno a Filosofia, 1700-1850 
2 - Newman: Deus, filosofia, universidades 
3 - Da Aeterni Patris à Fides et Ratio 
4 - Fides et Ratio: A Tradição Filosófica Católica Redefinida 
5 - Agora: universidades, filosofia, Deus 

 CURSO BÔNUS DE FILOSOFIA MEDIEVAL

A MENSAGEM BÍBLICA

A Bíblia, sua mensagem e suas influências sobre o pensamento ocidental
I. Estrutura e significado da Bíblia
1. O significado do termo "Bíblia"
2. Os escritos que constituem o Antigo Testamento
3. Os vinte e sete livros do Novo Testamento
4. O conceito de "Testamento"
5. A inspiração divina da Bíblia
6. A importância da Bíblia em âmbito filosófico

II. As ideias bíblicas que influíram sobre o pensamento ocidental
1. Passagem do politeísmo grego ao monoteísmo cristão
2. A criação a partir do nada
3. A concepção antropocêntrica contida na Bíblia
4. O respeito pelos mandamentos divinos: a virtude e o pecado
5. O conceito de Providência na Bíblia
6. A desobediência a Deus resgatada pela paixão de Cristo
7. O valor da fé e a participação no Divino
8. O eros grego, o amor (ágape) cristão e a graça
9. Os valores fundamentais do cristianismo: a pureza e a humildade
10. A ressurreição dos mortos

III. Para além do horizonte cultural grego
1. O desenvolvimento retilíneo da história que tem como fim o Juízo universal
2. A nova "medida" do homem no pensamento cristão

A PATRÍSTICA E A CULTURA GREGA

A - Os problemas filosóficos essenciais que derivam do encontro entre “fé” e “razão”. 
I. Problemas emergentes do impacto com a Bíblia
1. A questão da autenticidade dos textos bíblicos
2. A questão da conciliabilidade do Antigo e do Novo Testamento
3. A questão da identidade do cristão
4. Os grandes problemas teológicos
5. O grande Prólogo do Evangelho de Joao

II. Um precursor: Fílon de Alexandria
1. A filosofia mosaica
2. Deus, “Logos” e “Poder”
3. A antropologia filoniana
4. A nova ética

III. A Gnose
1. Significado do termo “gnose”
2. Os novos documentos gnósticos descobertos
3. Os traços essenciais da doutrina da gnose
4. A “gnose” como expressão da angústia de uma época

B - Os apologistas gregos e a Escola catequética de Alexandria
I. Os Apologistas gregos do século II
1. Marcião Aristides
2. Justino Mártir
2.1. O primeiro platônico cristão
2.2. A doutrina do Logos
2.3. A doutrina da alma
2.4. A condenação de Justino à morte
3. Taciano
4. Atenágoras
5. Teófilo de Antioquia
6. A Carta a Diogneto

II. A Escola catequética de Alexandria: Clemente e Orígenes
1. Clemente e a verdadeira "gnose"
2. A figura e os fundamentos do pensamento de Orígenes
2.1. Vida e obras filosóficas
2.2. Doutrina da Trindade e Neoplatonismo
2.3. Criação, "apocatástase" e encarnação,
2.4. Importância de Orígenes

C - Os três luminares da Capadócia e as grandes figuras do Pseudo-Dionísio Areopagita, Máximo o Confessor e João Damasceno
I. A era áurea da Patrística e o Concílio de Niceia
1. O edito de Milão e as disputas teológicas
2. O Concílio de Niceia e a fixação do "credo"

II. Gregório de Nissa e os Padres Capadócios
1. A recuperação da cultura clássica dentro da fé
2. Realidade inteligível e mundo sensível
3. A doutrina do homem
4. A ascensão a Deus

III. O Pseudo-Dionísio Areopagita - Formulação da teologia apofática

IV. Máximo o Confessor e a última grande batalha cristológica - Afirmação do dogma de Cristo "verdadeiro Deus e verdadeiro homem"

V. João Damasceno - Recuperação da filosofia aristotélica

A PATRÍSTICA E A CULTURA LATINA

A - A Patrística latina antes de santo Agostinho
I. Minúcio Félix, Tertuliano e os escritores cristãos até o século IV
1. O primeiro escrito apologético cristão-latino
2. Os fortes ataques de Minucio Félix contra os filósofos gregos
3. Para Tertuliano, Atenas e Jerusalém nada têm em comum
4. O fideísmo de Tertuliano: "credo quia absurdum"
5. Influxos estoicos na ontologia de Tertuliano
6. Escritores cristãos do século III e dos inícios do IV
7. Tradutores, comentadores e eruditos cristãos do século IV

II. As figuras de Ambrósio, Jerônimo e Rufino
1. Ambrósio
2. Jerônimo e Rufino

B - Santo Agostinho e o apogeu da Patrística
I. A vida, a evolução espiritual e as obras de santo Agostinho
1. A vida
2. A evolução espiritual
3. As obras
 
II. Fé, filosofia e vida no pensamento de Agostinho
1. O filosofar na fé
2. A descoberta da pessoa e a metafisica da interioridade
3. A verdade e a iluminação
4. Deus
5. A Trindade
6. A doutrina da criação
7. A doutrina das Ideias e das razões seminais
8. A eternidade e a estrutura da temporalidade
9. O mal e seu estatuto ontológico
10. A vontade, a liberdade, a graça
11. A "Cidade terrena" e a "Cidade divina"
12. A essência do homem é o amor

A ORIGEM DA ESCOLÁSTICA

A - A filosofia na Idade Média: a “Escolástica”, as “Escolas”, as “Universidades”
I. Desenvolvimentos do pensamento medieval
1. O quadro cronológico

II. As Escolas monacais, episcopais e palatinas
1. A Escolástica e os vários tipos de escola da Idade Média
2. A escola palatina criada por Alcuíno

III. A Universidade
1. As Universidades de Bolonha e Paris
2. Efeitos explosivos da Universidade
3. Razão e fé
4. Faculdade das artes e Faculdade de teologia
5. A "Cidade de Deus" de Agostinho

IV. Joaquim de Fiore
1. A concepção trinitária da história

B - O surgimento da Escolástica e seus desenvolvimentos de Boécio a Escoto Eriúgena
I. A obra e o pensamento de Severino Boécio
1. Boécio: "o último dos romanos e o primeiro dos escolásticos"
2. Boécio e a lógica
3. O De consolatione philosophiae: Deus é a própria felicidade
4. O problema do mal e a questão da liberdade
5. Razão e fé em Boécio
6. Outros autores do século VI ao século VIII

II. João Escoto Eriúgena
1. A figura e a obra de Escoto Eriúgena
2. Escoto Eriúgena e o Pseudo-Dionísio
3. O De divisione naturae
4. A razão em função da fé

ESCOLÁSTICA I

A ESCOLÁSTICA NOS SÉCULOS XI E XII
I. Anselmo de Aosta
1. A vida e as obras de Anselmo
2. Centralidade do problema de Deus em Anselmo
3. As provas a posteriori da existência de Deus
4. A prova a priori da existência de Deus ou "argumento ontológico"
5. Críticas e consensos ao argumento ontológico
6. Deus e o homem
7. A razão dentro do traçado da fé
8. Características do "realismo" de Anselmo

A - Abelardo e a grande controvérsia sobre os universais
I. Pedro Abelardo
1. A vida e as obras
2. A "dúvida" e as "regras da pesquisa"
3. A "ratio" e seu papel na teologia
4. Princípios fundamentais da ética
5. "Intelligo ut credam"

II. A grande controvérsia sobre os universais
1. Os estudos "gramaticais"
2. A questão da "dialética"
3. O problema dos universais
3.1. A questão da relação dos nomes e dos conceitos mentais com a realidade
3.2. A solução do realismo exagerado
3.3. A solução nominalista
3.4. A solução moderada de Abelardo: o universal como "sermo" extraído da "ratio" sobre a base do "status communis" dos indivíduos
3.5. Implicações lógicas e metafísicas da posição "conceitualista" de Abelardo
3.6. A posição do "realismo moderado" que será assumida por santo Tomás e se imporá como clássica
3.7. Quadro sinótico geral do problema dos universais e das suas soluções

B - Centros promotores de cultura do século décimo segundo. 
I. As Escolas de Chartres e de São Vitor
1. Tradição e inovação
2. As artes do trívio em perspectiva religiosa
3. O Timeu de Platão interpretado à luz do Gênesis
4. O Didascalicon de Hugo de São Vítor
5. A mística e Ricardo de São Vitor

II. Pedro Lombardo e João de Salisbury
1. Os livros das Sentenças de Pedro Lombardo
2. João de Salisbury: os limites da razão e a autoridade da lei

ESCOLÁSTICA II

A ESCOLÁSTICA NO SÉCULO XIII

A - A filosofia árabe e a hebraica, a penetração de Aristóteles no Ocidente e a mediação entre aristotelismo e cristianismo
I. A situação política e cultural no século XIII
1. Situação político-social e instituições eclesiásticas
2. A situação cultural

II. O aristotelismo de Avicena
1. A figura e a obra
2. O ser possível e o ser necessário
3. A "lógica da geração" e a influência de Avicena

III. O aristotelismo de Averróis
1. A figura e as obras
2. Primado da filosofia e eternidade do mundo
3. Unicidade do intelecto humano
4. Consequências da unicidade do intelecto
5. As primeiras condenações do aristotelismo

IV. A filosofia hebraica
1. Influxos hebraicos sobre o Ocidente: Avicebron
2. Moisés Maimônides

V. Alberto Magno
1. O programa de pesquisa de Alberto Magno
2. A distinção entre filosofia e teologia
3. Filósofos gregos e teólogos cristãos

B - A grande síntese de Tomás de Aquino
I. A vida e as obras de Tomás
1. Tomás, um dos maiores pensadores de todos os tempos
2. Razão e fé, filosofia e teologia
3. A teologia não substitui a filosofia

II. A ontologia
1. O conceito de ente
2. O ente lógico
3. O ente real e a distinção entre essência e existência
4. Novidade da perspectiva tomista em relação à ontologia grega
5. Os transcendentais: o ente como uno, verdadeiro, bom
5.1. A unidade do ente ("omne ens est unum")
5.2. A verdade do ente ("omne ens est verum")
5.3. A bondade do ente ("omne ens est bonum")
6. A analogia do ser
7. Transcendência de Deus e teologia negativa

III. A teologia: as cinco vias para provar a existência de Deus
1. Conhecimento "a posteriori" da existência de Deus
2. A primeira via, ou via do movimento
3. A segunda via, ou via da causalidade eficiente
4. A terceira via, ou via da contingência
5. A quarta via, ou via dos graus de perfeição
6. A quinta via, ou via do finalismo

IV. A teoria do direito
1. O livre-arbítrio
2. "Lex aeterna", "lex naturalis", "lex humana", "lex divina"

V. O "filosofar na fé" em Tomás
1. A fé, guia da razão

C - O movimento franciscano e Boaventura de Bagnoregio
I. O franciscanismo
1. São Francisco e o franciscanismo
2. Alexandre de Hales

II. São Boaventura e os vértices da Escola franciscana
1. São Boaventura: a vida e as obras
2. A posição de Boaventura contra o aristotelismo averroísta
3. Na origem dos erros do aristotelismo
4. O exemplarismo
5. As "rationes seminales"
6. Conhecimento humano e iluminação divina
7. Deus, o homem e a pluralidade das formas
8. Boaventura e Tomás: "uma" fé e "duas" filosofias

D - Averroísmo latino, neo-agostinismo e filosofia experimental no século décimo terceiro
I. Siger de Brabante e o averroísmo latino
1. O averroísmo latino
2. Siger de Brabante e a doutrina da dupla verdade
3. Os franciscanos em polêmica contra o aristotelismo e o relançamento do agostinismo

II. A filosofia experimental e as primeiras pesquisas científicas na era da Escolástica
1. Roberto Grosseteste
2. Roger Bacon
2.1. A vida e as obras
2.2. Antecipações por parte de Roger Bacon de ideias que Francis Bacon tornara famosas no séc. XVI
2.3. A experiência como base de todo conhecimento
2.4. Problemas físicos e técnicos em Bacon
2.5. As ideias de Bacon sobre as traduções
3. Pesquisas tecnológicas na Idade Média

João Duns Escoto
I. A vida e a obra
1. O "Doutor sutil"
2. Distinção entre filosofia e teologia

II. A metafísica
1. A univocidade do ente
2. O ente unívoco, objeto primeiro do intelecto
3. A ascensão a Deus
4. A insuficiência do conceito de ente infinito
5. O princípio de individuação e a "haecceitas"

III. A concepção do direito
1. O voluntarismo e o direito natu

ESCOLÁSTICA III

A ESCOLÁSTICA NO SÉCULO XIV

A - Guilherme de Ockham, os Ockhamistas e a crise da Escolástica
I. Guilherme de Ockham
1. A situação histórico-social do século XIV
2. Guilherme de Ockham: a figura e as obras
3. Independência da fé em relação à razão
4. O empirismo e o primado do indivíduo
5. Conhecimento intuitivo e conhecimento abstrato
6. O universal e o nominalismo
7. A “navalha de Ockham” e a dissolução da metafísica tradicional
8. A nova lógica
9. O problema da existência de Deus
10. Contra a teocracia, a favor do pluralismo

II. Ockham e a ciência dos Ockhamistas
1. O novo método da pesquisa científica proposto por Ockham
1.1. Fidelidade à experiência
1.2. É preciso buscar não a essência, mas a função dos fenômenos
1.3. Valorização de hipóteses explicativas
1.4. Para uma concepção do universo como homogêneo
2. Os Ockhamistas e a ciência aristotélica
2.1. Para um novo paradigma científico que ultrapassa o aristotelismo
2.2. Críticas de Buridan a Aristóteles com o método da falsificação empírica
2.3. Outros contributos significativos
3. Os Ockhamistas e a ciência de Galileu

B - Últimas figuras e fim do pensamento medieval
I. O problema do "primado" político
1. Egídio Romano e João de Paris: tem primado a Igreja ou o Império?
2. O Defensor pacis de Marsílio de Pádua

II. Dois reformadores pré-luteranos: João Wyclif e João Huss
1. João Wyclif
2. João Huss

III. Mestre Eckhart e a mística especulativa alemã
1. As razões da mística especulativa
2. Mestre Eckhart: o homem e o mundo são nada sem Deus
3. O retorno do homem a Deus
4. Oposições suscitadas por Eckhart e seus discípulos
DEPOIMENTOS
O professor Anderson além de ser um monstro em história, filosofia e sociologia, ensina com um toque de humor que faz com que conceitos fáceis e abstratos tornem-se compreensivos e prazerosos. Sei do que estou falando porque sou professor dessas disciplina e aluno dele.
Imagem black-week-ofertas
Samuel Targino
Professor
Estou surpreso como o curso é recheado de informação, sinto-me como uma criança em um parque de diversões sem saber em qual brinquedo ir primeiro, porque todos são bons!!! Parabéns, isso que é um curso de verdade!!!
Imagem black-week-ofertas
Vitor Portilho
Advogado
Estou muito feliz com o curso, estruturou um estudo que vinha fazendo sem sistematização. Sou engenheira e apaixonada pela filosofia.
Imagem black-week-ofertas
Elaine Franca
Engenheira
Fiz o curso de filosofia. Sua didática de ensino me surpreendeu. Recomendo a todos que querem evoluir em seus conhecimentos, agora tem essa grande oportunidade.
Imagem black-week-ofertas
Geni Aparecida
Pedagoga

E MAIS...
ASSISTA AS AULAS OFFLINE!

Você poderá assistir as aulas mesmo sem conexão com a internet, basta baixar o aplicativo Hotmart Sparkle. 

Imagine poder ter acesso ao curso no sítio, ou durante aquela longa viajem de ônibus, carro ou avião. Muito legal, né?

Imagem
livro e tablet com e-book com titulo 'praticando yoga com segurança e sensibilidade'

EMISSÃO DE CERTIFICADO 

Ao realizar um curso você investe naquilo que é mais importante, a aquisição de novos conhecimentos que irão te favorecer alcançar novos passos tanto na sua vida pessoal como profissional.
Ao final do curso você receberá um certificado digital comprovando esse novo passo que você terá dado em sua vida.
João da Silva
PROF. ANDERSON
Licenciado em Filosofia com habilitação em Sociologia, advogado especializado em Direito e Processo do Trabalho, e apaixonado pelas Ciências Humanas. Possui um dos maiores canais do YouTube brasileiro sobre filosofia e sociologia, além do maior cursinho online para ENEM e Vestibulares.

COMECE AGORA
Oferta por tempo limitado!

De R$ 297,00 por apenas
12 x R$ 9,68* 
ou R$ 97,00 à vista
Formas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de PagamentoFormas de Pagamento
ACESSO VITALÍCIO*
O curso estará sempre disponível para você!

SEGURANÇA E COMODIDADE

Login e senha enviados na hora para o seu e-mail.
Pagamento pela Hotmart, 100% seguro.
Conteúdo disponível online para você assistir onde e quando quiser.

NÃO FIQUE COM DÚVIDAS

COMO FUNCIONA O CURSO?

O curso possui aulas 100% online, gravadas para que você possa assistir quando e onde quiser. A plataforma conta com videoaulas, materiais para download e monitoria.

POSSO DIVIDIR MINHA CONTA COM OUTRA PESSOA?

Não. É expressamente proibido o compartilhamento de contas, logins e senhas. Ao ser identificado esse tipo de prática seu acesso será cancelado imediatamente sem direito a reembolso, conforme descrito em nossos Termos e Condições. Cada conta pode ser utilizada somente por um único CPF cadastrado na plataforma.

QUANTO TEMPO DEMORA PARA LIBERAR O ACESSO?

Para pagamentos via: Cartão de crédito: o sistema demora até 2 horas para processar sua conta e liberar seu acesso. Boleto Bancário: o sistema demora até 3 dias úteis* para processar sua conta e liberar seu acesso. Em ambos casos, a liberação pode acontecer antes do prazo indicado, boletos geralmente são compensados após 1 dia útil e cartões imediatamente. Porém esse é o prazo máximo dado pelas operadoras. *Dias úteis não incluem sábados, domingos e feriados.

POSSO CANCELAR MINHA ASSINATURA?

Em até 7 (sete) dias após a compra do plano de serviços, em caso de desistência da contratação, você pode solicitar o cancelamento. Neste caso, o reembolso será realizado pelo Filosofia Total através da conta da Hotmart que a compra foi efetuada, realizado em até 30 (trinta) dias após a solicitação. Nenhum pagamento será reembolsável quando solicitado após 7 (sete) dias da data de compra do plano de serviços.

É REALMENTE SEGURO?

Sim, nosso sistema de pagamento é o mais seguro e mais utilizado do Brasil.

ENTRE EM CONTATO